segunda-feira, 3 de março de 2008

Fêmea phaeo amarelo mosaico vice Campeã Nacional Famalicão 2008

video

Phaeo Amarelo Mosaico Macho Campeão Nacional 2007 Famalicão

video

O mesmo Phaeo da medalha bronze no Nacional em outro video

video

Medalha bronze no Nacional famalicão 2007 90 pontos

video

Considerações sobre phaeos

O gene que determina a mutação phaeo é autossómico (herança livre não ligada ao sexo) e de carácter recessivo, a primeira ave melânica que manifestou a referida mutação foi um Isabel vermelho na Bélgica, posteriormente foi introduzida nos canários lipocrômicos evidenciando-se nesse tarefa o famosíssimo criador Francês Ascheri .
Entre os canários Phaeos podemos distinguir dois grupos os oxidados (negro e castanho) e os diluídos (ágata e Isabel) sendo que a ave típica de concurso é o phaeo castanho todas as outras linhas produzem aves atípicas (fora do padrão) que são penalizadas nos julgamentos, sendo hoje em dia muito difícil encontrar uma ave das linhas diluídas (o phaeo ágata por inibição da eumelanina e ausência ou carência da feomelanina assemelhasse e confunden- se com o canários lipocrômicos só sendo muitas vezes possível identifica-lo pela sub plumagem que é escura, os Isabel apresentam um desenho pouco visível derivado a diluição da feomelanina) quanto aos phaeo negro pelo que tenho constatado são aves de trabalho ainda hoje utilizados por alguns criadores com o intuito de melhorar o phaeo castanho na categoria, forma, tamanho, melanina, porte, nunca trabalhei com o phaeo negro na minha criação devido aos elevado numero de aves atípicas (no phaeo negro a feomelanina não se localiza só no rebordo da pena mas também no centro) .
A utilização de portadores de phaeo num plantel é muito importante não tanto pela melhoria da tonalidade do castanho mas sim pela prolificidade e vigor das crias, nos últimos cinco anos trabalhei com cerca de 90% dos casais formados por puro x portador conseguindo obter uma linha de aves bastante vigorosa este ano estou a pensar inverter a percentagem e trabalhar só com 20% de casais formados com portadores já que praticamente todo o plantel é formado por filhos de portadores indo assim obter maior quantidade de puros sendo também mais fácil conciliar nos cruzamentos a carga melânica com o desenho, outra vantagem de utilizar portadores é a diminuição do aparecimento dos indesejáveis quistos.

Phaeo x phaeo =100% Phaeo
Fhaeo x Clássico =100% Portadores Phaeo
Phaeo x Portador Phaeo =50% phaeo +50% Portador Phaeo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...